Página inicial www.oproblemista.com.brVoc� est� aqui Solução do AR04
(p)1999-2008 por Leo Mano. Rio de Janeiro - RJ, Brasil
problemasdexadrez@terra.com.br
abercrombie online shop thomas sabo charm headphones by dre abercrombie and fitch outlet pandora australia woolrich

AR04 - Solução da Análise Retrógrada

Vamos l�. O mate do diagrama AR04 pode parecer impossível pois a torre não teria de onde vir para dar o xeque. Fica claro, portanto, que a torre �, na verdade, um peão promovido. Podemos então voltar o lance a7-a8=T. Chegamos então � posição do diagrama abaixo.

Ainda não est� claro, contudo, que esta posição seja uma posição legal. Veja, por exemplo, a estrutura de peões negros: Ela exigiu no mínimo 4 capturas para ser possível. Por outro lado, as brancas possuem 12 peças sobre o tabuleiro (o que daria a conta exata). Tudo estaria ótimo a não ser por um detalhe: Quais peças brancas foram capturadas pelos peões negros?

"Simples!", dir� voc�. "Uma torre, um bispo e dois peões". Mas como os dois peões brancos puderam ser capturados pelos peões negros? "Fácil! Os peões brancos fizeram capturas at� chegar às colunas 'd' e 'e' para serem capturados pelos peões negros das colunas 'f' e 'c'".

Não tão fácil... Esta manobra exigiria que os dois peões brancos fizessem juntos pelo menos 3 capturas mas as brancas s� fizeram uma única captura ao longo da partida (j� que as pretas possuem 15 peças sobre o tabuleiro).

Não desista... Ainda existe a possibilidade dos dois peões brancos terem promovido para serem capturados mais tarde (ou mesmo estarem ainda sobre o tabuleiro substituindo peças originais). Neste caso o peão branco da coluna 'g' teve de fazer a única captura das brancas (para desviar do peão negro) e o peão branco da coluna 'f' promoveu sem capturar.

Terminada esta primeira etapa da análise, devemos agora nos preocupar em como voltar os lances que culminaram na posição do diagrama. J� que as brancas voltaram o lance do mate, agora � a vez das negras voltarem. Qual pode ter sido o último lance das negras?

O cavalo em b8, as torres em c7 e a1, o bispo em b1 e os peões em b6, c5, d7, d5 e e7 não puderam vir de lugar algum. O rei negro não pode ter vindo de b5 pois teria ficado lado a lado com o rei branco. A dama negra também não pode ter vindo de b3 ou c4 pois estaria 'tirando' o rei branco de xeque. O peão de e6 não pode ter vindo agora de f7 pois o peão branco da coluna 'f ' ainda não 'despromoveu' (lembre-se de que ele promoveu em f8 sem capturas e, quando voltarmos todos os lances, ele precisar� voltar para sua casa original. At� l�, esta coluna ter� de ficar livre). Restaram o cavalo de a5 e os peões de g5 e h3. Em princípio, qualquer um deles pode ter feito o último lance das negras. Vamos então nos dar temporariamente por satisfeitos.

Agora vamos inverter a situação: Qual foi o último lance das brancas? Não pode ter sido feito pelos peões de b2, c2 e h2 pois eles jamais moveram. O peão branco em d3 também não pode ter vindo agora de d2 pois o bispo branco de casas negras ainda não voltou para sua casa original (lembre-se de que ele teve de sair para ser capturado por um dos peões negros). O cavalo em b7 não pode ter vindo de d8 pois, assim estaria 'tirando' o rei negro de xeque (lembre-se de que não havia peça negra para ser capturada em b7 pois o bispo negro � de casas negras e, além do mais, foi capturado pelo peão branco da coluna 'g'). Pela mesma razão, o cavalo em a3 e a dama em c6 também não puderam ter feito o último lance. O bispo de c8, a torre de d6 e o peão de a7 não puderam vir de lugar algum. O rei branco não pode ter vindo de b5 pois teria ficado lado a lado com o rei inimigo. Também não pode ter vindo de b4 pois o xeque de peão seria impossível de explicar. O mesmo acontece para o xeque de dama caso o rei tivesse vindo de b3. S� restou o peão de e4. Certamente foi ele que fez o último lance das brancas.

O mais grave de tudo, � que as brancas possuem apenas dois ‘retro-lances’ para fazer com esse peão de e4 (e4-e3, e3-e2). Depois disso não haverão mais retro-lances e a posição se revelar� ilegal. A única forma da posição continuar sendo possível, � fazendo com que as negras, em dois retro-lances, criem novas possibilidades para as brancas. Em outras palavras, as negras tem um prazo de dois retro-lances para ‘salvar’ as brancas e, consequentemente, a posição.

Uma possibilidade seria as negras voltarem o lance Cc4-a5. As brancas, então, poderiam voltar Cb5-a3 e o xeque de dama teria sido dado com Ca3-c4 alcançando o diagrama abaixo.

Agora as brancas possuem um cavalo em b5 para realizar quantos retro-lances quiserem. Contudo, as negras continuam atadas e possuem apenas os peões de g5 e h3 para fazer no máximo 5 retro-lances: h4-h3, h5-h4, h6-h5, h7-h6 e g6-g5 (as negras não podem voltar o lance g7-g6 enquanto o bispo negro de casas negras não voltar para f8). As brancas deverão ‘salvar’ a posição antes que os retro-lances negros se esgotem.

A única maneira de se conseguir isso � liberando outra peça negra para realizar retro-lances. Infelizmente, nenhuma das peças negras sobre o tabuleiro pode ser liberada. Todas estão impossibilitadas de realizar retro-lances.

Isto ainda não significa que a posição seja impossível. As negras ainda possuem um bispo fora do tabuleiro. As brancas devem buscar ‘descaptura-lo’ de sorte que ele consiga realizar mais retro-lances e dar uma sobre-vida � posição. Nós sabemos que esse bispo negro foi capturado pelo peão branco da coluna ‘g’ que, mais tarde, foi promovido. Raciocinando de trás para frente, chegamos � conclusão de que as brancas devem despromover uma peça qualquer de sorte que ela volte a ser um peão e, então, ‘descapturar’ o bispo negro e salvar a posição. Tudo isso dever� ser feito em at� 5 retro-lances. Pois bem: A única peça branca capaz de chegar � oitava fila com o objetivo de ser despromovida, � o cavalo em b5. O caminho mais rápido para este cavalo chegar em f8 ou h8 (únicas casas possíveis onde o peão branco da coluna ‘g’ pode ter promovido) � passando pelas casas d4, f3, h4, g6 e f8 (ou h8) totalizando 5 retro-lances. Seria a conta exata se não fosse o fato de que o peão branco despromovido ainda vai consumir outros 3 retro-lances at� ‘descapturar’ o bispo negro que, na melhor das hipóteses, foi capturado em f6 ou h6.

Então a posição � impossível!?

Não! Não � não (e agora voc� vai saber porqu�...). O problema � que o cavalo branco em b5 est� numa posição extremamente infeliz (do ponto de vista do trajeto necessário para que ele volte at� f8 (ou h8). Se ele estivesse em c4, por outro lado, o caminho seria bem mais curto. Ele s� precisaria passar pelas casas e5, g6 e f8 (ou h8) e, assim, haveria tempo suficiente para salvar a posição.

Sendo assim, as negras erraram ao voltar o lance Cc4-a5 pois, desta forma, ocuparam a casa c4 que deveria ser ocupada pelo cavalo branco. As negras devem buscar ocupar a casa b5 para que o cavalo branco possa voltar por c4. O caminho mais curto para que o cavalo negro em a5 chegue em b5 � passando pelas casas b3, d4 e b5 totalizando 3 retro-lances. Pode parecer muito (j� que as brancas tem apenas dois retro-lances possíveis com o peão da coluna ‘e’) mas, como são as negras que fazem o primeiro retro-lance, as brancas ganham um tempo a mais.

Isto posto, anote a solução completa: 16.a7-a8=T Cb3-a5! 15.e3-e4 Cd4-b3 14.e2-e3 Cb5-d4 13.Cc4-a3 Ca3-b5 12.Ce5-c4 h4-h3 11.Cg6-e5 h5-h4 10.Cf8-g5 (13 retro-lances forçados) g6-g5 9.f7-f8=C h6-h5 8.f6-f7 h7-h6! (8... fxe6? E o bispo negro de casas negras não teria como ser ‘descapturado’ pelo peão branco da coluna ‘g’) 7.gxf6 Bc3-f6 6.g4-g5 Bb4-c3 5.g3-g4 Dc4-a2 4.Rb3-a4 Dh4-c4 3.Ra4-b3 Dh6-h4 2.Rb3-a4 Ba5-b4 1.Da4-c6 etc...


(p)2008 por Leo Mano. Rio de Janeiro - RJ, Brasil.