Página inicial www.oproblemista.com.brVocê está aqui Solução do AR08
(p)1999-2008 por Leo Mano. Rio de Janeiro - RJ, Brasil
problemasdexadrez@terra.com.br

AR08 - Solução da Análise Retrógrada

Observando o diagrama AR08, a primeira coisa que precisamos responder é "como foi possível as negras darem este xeque duplo de torre (em b5) e bispo (em g8) sobre o rei branco?"

Este xeque só pode ter sido dado através de uma captura en passant. Havia um peão branco em c4 que foi capturado en passant pelo peão negro que estava em b4 (e agora está em c3). O diagrama AR08a representa esta situação.

AR08a

Este, portanto foi o último lance das negras. Agora é a vez das brancas voltarem o seu último lance e este só pode ter sido c2-c4 pois, de outro modo, a captura en passant seria ilegal.

Quando voltamos o lance c2-c4, verificamos que o rei branco está novamente sob xeque do bispo negro em g8. Como este bispo deu este xeque? Ele não pôde ter vindo de h7, por exemplo, pois ali está um peão branco. A única possibilidade é a de que as negras tenham dado xeque a "descoberto", isto é, uma outra peça negra estava no caminho entre o bispo negro e o rei branco e foi removida provocando o xeque a "descoberto". A única peça capaz de ter permitido o xeque a descoberto é o rei negro. Ele estava em e6 e, movendo-se para f6, provocou o xeque. Mas aí temos outro problema: Se o rei negro estava em e6, como as brancas puderam dar o xeque duplo de torre (em e3) e bispo (em h3)? Seria impossível!

Por outro lado, esta situação é muito semelhante à do rei branco na posição inicial do diagrama AR08. Se, na posição atual, existisse um peão branco em f6, poderíamos dizer que o xeque duplo foi dado através de outra captura en passant: Desta vez por um peão branco em e5 capturando en passant um peão negro em f5. Sendo assim, nós erramos ao voltar o lance negro Re6-f6. Na verdade as negras voltaram Re6xPf6 resultando no diagrama AR08b.

AR08bAR08c

Agora sim. O xeque duplo de torre e bispo sobre o rei negro foi dado através do lance e5xf6ep e as negras, portanto, são obrigadas a voltar o lance f5-f7.

No diagrama AR08c, vemos que o rei negro está sob xeque o bispo branco em h3. Este bispo não pôde ter vindo de lugar algum, portanto o xeque só pode ter sido dado através do lance Cf5-d6. Vamos então voltar este lance das brancas observando que não podemos descapturar nenhuma peça negra em d6 já que o cavalo negro que está fora do tabuleiro foi capturado pelo peão branco da coluna 'b' (aqui cabe assinalar que o peão branco da coluna 'b' não pôde capturar um peão negro promovido, já que o peão negro da coluna 'h' não teve meios de chegar à oitava linha pois não tinha como desviar do peão branco que, por sua vez, também não teve meios de dar passagem).

Agora as negras estão em "retro-zug". A esta altura, nenhuma peça, exceto o próprio rei negro, pôde ter feito o último lance das negras. A dama, por exemplo, não pôde ter vindo de a4, a3 ou a2 pois estaria "tirando" o rei branco de xeque. O bispo de b2 não pôde ter vindo de lugar algum pois estariam tirando o rei branco do xeque de torre (em b1). O próprio rei negro não pôde ter vindo de d6 pois as brancas não poderiam explicar o xeque duplo de peões. O mesmo se aplica ao xeque duplo de dama e cavalo caso o rei negro tivesse vindo de d5. Sendo assim, o último lance das negras só pode ter sido Rf6-e6 e, consequentemente, o último lance das brancas só pode ter sido e4-e5.

AR08d

As negras ainda estão em "retro-zug" e o rei negro não pôde ter vindo de g5 ou e5 pois não haveria como as brancas explicarem o xeque de peão sob pena de excederem a quantidade de capturas permitidas. O último lance das negras, então, só pode ter sido Re6-f6.

Neste momento, as negras já voltaram os seus cinco lances e agora as brancas precisam voltar o seu quinto lance de modo que possam tornar a jogar dando mate. As brancas voltam Cd5-b6 e dão mate jogando 1-Cd4#


(p)2008 por Leo Mano. Rio de Janeiro - RJ, Brasil.