Página inicialwww.oproblemista.com.br Você está aqui Artigo
(p)1999-2008 por Leo Mano. Rio de Janeiro - RJ, Brasil
problemasdexadrez@terra.com.br

Problemas Bifásicos - Parte I
por Leo Mano


O solucionista deve ter muita atenção quando tenta resolver uma composição artística. É muito comum (e até elogiável) o autor criar situações onde existem "falsas soluções".

A solução "falsa" é um lance que parece resolver o problema mas que, na verdade, é refutado por um (e somente um) lance de defesa do oponente. Este artifício, chamado "ensaio" (em inglês, "Try"), é tão apreciado na composição artística que chega a constituir uma "fase" da solução do problema (explico mais adiante). O Jogo de Ensaios (usualmente chamado "Jogo Virtual") pode conter um ou mais ensaios e, tecnicamente, podemos dizer que a quantidade de ensaios de um problema dá a medida de sua dificuldade em ser solucionado.

Quantos solucionistas pensaram ter resolvido um problema mas, na verdade, descobriram apenas um ensaio! Se não, vejamos...

Karol Mlynka
Schweiz Schachztg/1967
Brancas jogam e dão mate em 2
  
 Você poderia achar que 1.Cd4? (ameaçando Be6#) resolve o problema pois, se
1... Dxe3+? (A)
1... Dxd6? (
B)
1... Tg8? (
C)
 2. Cxe3#
2. Dxd6#
2. hxg8=D#

mas 1... f5! defende qualquer possibilidade de mate.

As letras entre parênteses servirão para nos ajudar a entender o tema Mlynka. O que importa agora é que o lance f5 é o único capaz de defender a ameaça Be6#. Isto caracteriza um ensaio. Se, além de f5, existisse outro lance negro que defendesse a ameaça, então não teríamos um ensaio.

A solução correta do problema é 1.Bf5! (ameaçando Dxe4#). Agora temos as tentativas de defesa:
1... Dxe3 (
B) Cxe3#
1... Dxd6 (
C) Dxd6#
1... Tg8+ (
A) hxg8=D#

Repare que as defesas e os mates que aparecem na solução do problema (Jogo Real) são os mesmos imaginados durante a fase de ensaio (Jogo Virtual). Isso é proposital para alcançar o tema Mlynka. A característica deste tema é que há um revezamento na função tática de cada defesa.

Repare que, no ensaio, o lance Dxe3 dá xeque ao rei (A=xeque). Este mesmo lance, na solução real, busca guardar a casa e4 (B=guarda).

O lance Dxd6 no ensaio guarda a casa e6 (B) mas na solução real prega a dama branca (C=pregadura).

O lance Tg8 no ensaio prega o bispo branco (C) mas na solução real dá xeque ao rei (A).

Agora podemos entender como, apesar de não ser a solução do problema, o ensaio pode constituir uma "fase" da solução. Sem a existência do Jogo Virtual, não poderíamos criar este interessante efeito de revezamento nestes três fundamentos da composição: "Guarda", "Pregadura" e "Xeque". A dificuldade na execução desta obra consiste na rigidez dos lances de defesa e respectivos mates (idênticos em ambas as fases) cabendo ao lance inicial branco (1.Cd4? ou 1.Bf5!) a responsabilidade de alterar toda a dinâmica do tabuleiro.

Problemas assim são considerados tematicamente "bifásicos" pois apresentam "Jogo Virtual" e "Jogo Real" relacionados entre si na execução de um tema. Outras composições podem também apresentar Jogo Virtual e Jogo Real de forma casual (sem relacionamento entre ambas). Nestes casos o problema será considerado tematicamente monofásico.


(p)2008 por Leo Mano. Rio de Janeiro - RJ, Brasil.