Página inicialwww.oproblemista.com.br Você está aqui Brasileiros (AB20/29)
(p)1999-2008 por Leo Mano. Rio de Janeiro - RJ, Brasil
problemasdexadrez@terra.com.br
AB00/09 | 10/19 | 20/29 | 30/39 | 40/49 | 50/59 | 60/69 | 70/79 | 80/89 | 90/99 | 100/109 | 110/119


 AB20 - R. N. Stelling Neto
Inédito - 1999
(3x4) 4b3 - 3d4 - 4r3 - 8 - 5p1B - 8 - 8 - 1R5D

H#2. Ajudado em 2
4.1.1.1 (quatro soluções)


 AB21 - Rubem do Nascimento
Match Mannheim X Rio de Janeiro, 1936 - 4o. Prêmio
(10x8) 6bR - B2p4 - 3D1p1C - 2c5 - 2B1rP2 - 1ct3T1 - 4tPP1 - 7C

#2. Direto em 2


  AB22 - Amoroso Costa
Manuscrito - 1901
(6x4) 8 - 4R3 - r7 - 8 - 1P1p4 - 1pC2B2 - b1C5 - D7

#3. Direto em 3


  AB23 - F. Souza Rocha
CXEB - 1980
(5x5) 1r2Bb1t - 8 - 2R1Pd2 - 8 - 7T - 7p - 8 - 6B1

+. Brancas jogam e ganham


  AB24 - Emanuel Costa
CXEB - 1980
(5x1) 7r - D6P - 3R1C2 - 8 - 8 - 8 - 6P1 - 8

#3. Direto em 3


 AB25 - Georges Homsi
CXEB - 1980
(10x7) 2bR4 - 7p - c1Pr2c1 - 5P2 - 1P1p1P1C - B3p3 - 8 - T5DB

#2. Direto em 2


 AB26 - Nelson Teixeira
O Globo - 1982
(3x2) 3t4 - 3rPR2 - 2T5 - 8 - 8 - 8 - 8 - 8

#3. Direto em 3


 AB27 - Nelson Villaboim
O Globo - 1982
(5x5) 8 - 4R3 - 2C5 - 3rB3 - 2c1C3 - 5B2 - 1b1c2b1 - 8

#2. Direto em 2


 AB28 - E. Berlingozzo
Magyar Sákkelet - 1961
(5x12) 8 - pp2R3 - r5p1 - p5tp - 2C3pd - 2P1B3 - 2t5 - 1b2bB2

H#2. Ajudado em 2
(duas soluções: com início das negras e com início das brancas)


  AB29 - J. C. Ladeira Filho
Torneio Interno UBP, 1966 - 3a. M. Honrosa
(4x8) 6t1 - 5c2 - 5b2 - 1d3p1b - 5r2 - 4p3 - 6TP - 6RB

H#2. Ajudado em 2
2.1.1.1 (duas soluções)


Soluções

AB20 - As negras começam: a) 1.Dc8 Bd8 2.Rd7 Dd5#; b) 1.Rf7 Be7 2.De6 Dh7#; c) 1.Bh5 Be7 2.Bf7 De4#; d) 1.Df7 Be7 2.Bd7 De4#. Quatro engenhosos mates modelo em quatro posições diferentes do tabuleiro. De quebra, um Jogo Aparente: 1.Be7 Bf7 2.De4#. O mate modelo é aquele que reúne as propriedades do mate puro (as casas adjacentes do rei negro são guardadas uma vez só por peças brancas ou bloqueadas só por peças negras) e do mate econômico (onde todas as peças brancas, exceto rei e peões, atuam no mate).

AB21 - O lance chave 1.f5 ameaça Tg4#. Seguem as tentativas de defesa: a) 1... Txf2 2.Cxf2#; b) 1... Cd3 2.f3#; c) 1... Ce6 2.Bd5#; d) 1... Txg3 2.Cxg3#; e) 1... Tf3 2.gxf3#. Impressiona o fato da dama branca não participar de nenhuma das variantes. As defesas com Cavalo provocam auto-interferência na Torre negra em c3 e no Bispo negro. Já as defesas com Torre resultam em sacrifícios.

AB22 - A chave 1.Ba8 ameaça Dh1 seguido de Db7#. Segue 1... bxc2 (ou 1... b2) 2.Dxa2+ Rb6 3.Da5#. A bela chave com ameaça faz lembrar o tema Bristol. Vale ressaltar que Manuel Amoroso Costa foi um proeminente engenheiro do início do século XX e um dos primeiros a desenvolver pesquisas matemáticas no Brasil.

AB23 - 1.Bh2+ Rc8 2.Bd7+ Rd8 3.Bc7+ Re7 4.Bd6+ Rd8 5.e7+ Bxe7 6.Txh8+ Bf8 7.Txf8+ Dxf8 8.Bxf8 h2 9.Rd6 h1=D 10.Be7#. Apesar da chave um tanto quanto natural, a solução do problema só vem à tona após 5.e7+, uma auto-pregadura indireta que vai desencadear a troca de material preservando o par de bispos brancos. O peão negro da coluna 'h', enfim, ao contrário de ser uma ameaça, serviu apenas para evitar o pate.

AB24 - 1.De3 Rg7 2.h8=C (2.h8=D? Rg6!) Rf8 3.Dh6#. O lance chave concede casa de fuga ao Rei negro para evitar o afogamento. A promoção à cavalo, ao contrário, deixa as casas g6 e f7 sob guarda. O desfecho é uma mate Modelo (todas as peças brancas, exceto Peão, atuam no mate e as casas do campo do Rei estão guardadas uma única vez por peças brancas).

AB25 - A chave 1.Dxe3 ameaça Dxd4#. Seguem as tentativas de defesa: a) 1... dxe3 2.Td1#; b) 1... Cc7 2.b5#; c) 1... Ce7 2.De5#; d) 1... Be6 2.Dxe6#. Apesar da chave de sacrifício, o problema é bastante simples (e também bastante didático). A variante 'b' é um exemplo de Bateria Direta (quando o peão branco avança dando xeque a descoberto). Neste caso, o peão em b5 não tem função no mate (a casa c6 já está guardada pelo bispo branco). Se o peão branco tivesse função, então teríamos uma Bateria Indireta. Na variante 'c' temos um Abandono de Guarda. A saída do cavalo negro de g6 deixou a casa d5 sem cobertura.

AB26 - O lance chave 1.exd8=C deixa as negras em zug. Os lances seguintes são forçados: 1... Rxd8 2.Re6 Re8 3.Tc8#. Uma miniatura muito simpática.

AB27 - O lance chave 1.Cc3+, ao mesmo tempo que aciona uma bateria, dá casa de fuga ao rei negro (abandono de guarda). A sequência é forçada: 1... Rc5 2.Bd4#. O cavalo negro em c4 comete auto-bloqueio.

AB28 - Com início das negras (Jogo Real): 1.Bf2 Bd2 2.Bb6 Ce5#. Com início das brancas (Jogo Aparente): 1.Bc5 Bd2 2.Cb6#. Nos jogos Real e Aparente os bispos de casas negras e o cavalo branco revezam as obstruções às linhas de fogo das torres e do peão negro de b7. O mate, em ambos os casos, é um exemplo de bateria indireta.

AB29 - As negras começam: a) 1.Be2 h3 2.Rf3 Tg4#; b) 1.Bg5 Td2 2.Ce5 Td4#. Repare que a primeira solução exercitou o acionamento de bateria (a torre, peça dianteira, sai) e a segunda solução exercitou a formação de bateria (o cavalo negro obstrui a linha de fogo da torre negra).


(p)2008 por Leo Mano. Rio de Janeiro - RJ, Brasil.